Em Vitória, Guarda Municipal e Rotativo “caminham lado a lado”. Entenda o caso

Publicidade

banner topo matérias 728x90px

Política em um minuto – 12/05/2021

“Prefeito mandou multar quem atrasar o estacionamento em Vitória”. Essa declaração foi dada por um agente de trânsito que estava sendo questionado por motoristas que reclamavam por terem sido multados por atrasarem a renovação do estacionamento rotativo.

Um dos motoristas que procurou nossa equipe e pediu para não ser identificado por medo de represália do “delegado prefeito”, disse que todos os dias paga o estacionamento rotativo na praça em frente ao Tribunal de Justiça, em Vitória e que essa foi a primeira vez que ele atrasou por 40 minutos a renovação do estacionamento.

“Todos os dias estaciono e pago o rotativo. Fiquei preso em uma reunião e quando cheguei no carro para renovar o estacionamento, encontrei a multa no para-brisa. Procurei a funcionária do rotativo para reclamar e ela disse que a multa é da guarda municipal e me apontou o agente que havia me multado. Falei com o guarda municipal e ele me disse que não existe tolerância e que infelizmente, por ordem do prefeito, veículos que não estão no sistema com o estacionamento em dia, devem ser multados. O guarda ainda me disse que o ideal era eu baixar o aplicativo do estacionamento e pagar pelo PicPay para evitar a multa. É inacreditável que o agente, servidor público, fique recomendando serviços de empresa terceirizada. A multa é de 290,00 reais, por um estacionamento que me custaria mais 0,50 centavos. Votei no Pazolini para prefeito, mas se o delegado só sabe multar e punir não deve contar com o meu voto para reeleição. O que mais me entristece é que o agente de trânsito me disse que olhou no sistema e que não existe nenhuma outra multa no meu veículo, confirmando que essa foi a primeira vez”, disse o motorista multado. 

Parece que a renovação proposta no discurso de campanha do prefeito não está se aplicando na prática. Nossa equipe registrou o momento em que o agente de trânsito caminhava lado a lado com a funcionária da empresa do rotativo enquanto multava os veículos que não estavam com estacionamento pago. Mesmo que não seja ilegal, é no mínimo imoral e imprudente que um servidor público caminhe ao lado de uma funcionária de uma empresa privada com interesse financeiros na ação do servidor público. Como diz o ditado: “a esposa de Cesar não basta ser honesta…”

Uma pena que a guarda municipal, tão elogiada quando combate o crime e aparece na propaganda da prefeitura defendendo a população, tenha parte do seu tempo dedicada a punir motoristas que atrasam a renovação do estacionamento. Se essa foi a primeira infração desse motorista, o ideal seria uma ação educativa ao invés de já aplicar a multa.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui