Território do Bem: Governo ES anuncia reforço no policiamento para combater o crime e proteger moradores

Foto: Hélio Filho/Secom
Publicidade

banner topo matérias 728x90px

O Governo do Espírito Santo vai realizar novas ações, dentro das diretrizes do programa Estado Presente em Defesa da Vida, para a região do Território do Bem, que engloba os bairros de Itararé, Jaburu, Bairro da Penha, Bonfim, Engenharia, Consolação, Floresta, Gurigica, além do próprio São Benedito. O anúncio foi realizado pelo governador Renato Casagrande (PSB), nessa quarta (19), no Destacamento de Polícia Militar (DPM) do bairro São Benedito, Vitória. 

A região terá um reforço no efetivo da Polícia Militar, por meio da implantação de escala extra, com objetivo de aumentar o combate às ações criminosas no local, com maior presença das forças de segurança na proteção aos moradores. A previsão é um investimento de R$ 160 mil por mês e não há prazo final para a medida.

A unidade será composta por efetivos da Companhia Independente de Missões Especiais (CIMEsp), Companhia Independente de Operações com Cães (CIOC) e Forças Táticas (FT) das Unidades Operacionais do Comando de Polícia Ostensiva Metropolitano (CPOM) da PMES, em todos os dias da semana, em horários estratégicos.

“Se for preciso, as forças de segurança pública permanecerão aqui na comunidade para que a gente possa dialogar com as entidades da sociedade, como, por exemplo, as igrejas que trabalham aqui. Para que a gente possa dialogar com cada membro dessa comunidade para poder dar mais segurança a essas pessoas, ao mesmo tempo em que a gente reforça o policiamento”, pontuou o governador Casagrande.

Casagrande destacou também os diversos trabalhos na área social que são desenvolvidos na região, como a promoção de qualificação profissional dentro do Programa Qualificar ES, a entrega de cestas básicas e o Centro Regional das Juventudes, que vai funcionar nessa região do Território do Bem. “São diversas ações na área social para que junto com a parte policial possamos fortalecer o trabalho na área de segurança pública. Até porque não podemos colocar nos ombros dos policiais todo o dever de reduzir a violência. Esse é um trabalho que envolve todos os órgãos do Governo, também a Prefeitura, as comunidades e as famílias. Por isso que a gente veio aqui, para simbolizar e anunciar essa presença mais próxima do Estado e da PM aqui nesta região. Para que isso seja uma presença tranquilizadora junto à comunidade”, disse o governador.

Foto: Hélio Filho/Secom

O coordenador do programa Estado Presente e secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, destaca que o “Território do Bem” está sendo beneficiado com mais uma importante ação do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, que com uma visão transversal da política de segurança pública está estruturado em dois eixos: controle da criminalidade e prevenção da violência.

“No primeiro eixo, estamos implementando uma ação de policiamento de proximidade, para levar segurança à comunidade, e na outra ponta, levar oportunidades para jovens em situação de vulnerabilidade social. A prevenção da violência e a construção de uma cultura de paz estão diretamente relacionadas a um diagnóstico claro das condições de risco, à redução e controle das situações de vulnerabilidade à violência e ao fortalecimento de fatores de proteção e de defesa dos jovens em vulnerabilidade social”, argumentou Álvaro Duboc.

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, também falou sobre a importância das ações do Programa. “Hoje foi um momento para demonstrar como o Estado Presente é grande, conseguindo unir as ações policiais e sociais. Para que a gente desenvolva uma cultura de paz nas comunidades. Iniciamos uma nova ação com a polícia, mas é importante enfatizar que o Governo já faz muitas ações no Território do Bem. Uma delas foi o Edital JuventudES Emergencial, que contemplou nove iniciativas de jovens da região. Também temos os cursos on-line e presenciais gratuitos oferecidos pelo Qualificar ES. Temos um território com jovens potentes e criativos, uma comunidade organizada ”, lembrou a secretária.

Segundo o Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico (Sectides), Tyago Hoffman, As ações do governo visam mais proteção policial para essas regiões como também o eixo social de atuação com a qualificação profissional para gerar oportunidades. “Estamos trazendo um policiamento mais constante para a região e junto com esse policiamento, também estamos trazendo uma série de ações sociais, como o programa Qualificar ES que está com inscrições abertas e 10 mil vagas”, disse Hoffman.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, afirmou que: “Nossa missão aqui não tem outro fim a não ser proteger as pessoas que aqui habitam. Uma entrada técnica, que resultou já em prisões e apreensões, buscamos a participação maciça da comunidade, com denúncias ao 181, e só esperamos trazer proteção. Além disso, dentro do programa Estado Presente, temos o eixo social que é fundamental. Uma grande entrega do nosso governador a essa região para aproximação com a população. Será um policiamento de proximidade e um investimento em recursos humanos”, disse o coronel.

“Nós já estamos fazendo uma saturação qualificada desde a última semana. Isso significa a prisão de homicidas, traficantes e indivíduos com mandados de prisão. Mas aqui também faremos a polícia de proximidade, aquela polícia que vai entrar em contato com a comunidade, verificar os pleitos, buscar informações e interagir com os cidadãos que, em sua esmagadora maioria, é formado de pessoas de bem, que precisam da assistência do Estado. Esse programa só andou em um Estado que tem planejamento, gestão e liderança”, declarou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Douglas Caus.

Programa Estado Presente

O Programa Estado Presente em Defesa da Vida tem como objetivo reduzir os índices de violência e criminalidade, com foco especialmente em crimes letais, trabalhando de forma integrada com as forças policiais do Estado e a parceria dos demais Poderes e órgãos que compõem o sistema de justiça criminal.

Informações: Assessoria

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui