quinta-feira, 25 de julho de 2024 / 15:16
InícioNoticiasRespondeu ou não respondeu? Confira o que seu vereador pensa sobre o...

banner topo matérias 728x90px

Respondeu ou não respondeu? Confira o que seu vereador pensa sobre o hospital de Guarapari

O Portal Realidade Capixaba publicou no domingo (20/8), o editorial: “O hospital de Guarapari está pronto e abandonado”. Com o objetivo de colaborar com o município, o Portal Realidade Capixaba enviou um questionamento à prefeitura de Guarapari e aos 17 vereadores do município.

Pergunta enviada aos vereadores e ao prefeito:

Em um momento de crise, o gestor público precisa observar as oportunidades. Se o prefeito afirma que é possível administrar um hospital em Guarapari, por que gastar 17 milhões de reais construindo um novo se o hospital São Judas Tadeu está pronto e abandonado bem no coração da cidade?

Confira o que pensam os políticos de Guarapari:

prefeito-edson-magalhaesnao-respondeu

clebinho-brambatinao-respondeu

 zazanao-respondeu

dito-xareu nao-respondeu

dr respondeu

“O Hospital é uma dívida do prefeito Edson Magalhães com a população de Guarapari que vai completar uma década. Estamos aguardando o reinício das obras desde abril como foi anunciado e tem prazo de entrega feito pelo próprio prefeito até o fim de 2018. Milhões de reais estão parados em mais uma obra abandonada e a população sofrendo com uma saúde precária. Espero que esta promessa não seja mais um descaso com o dinheiro público com o carimbo de Prometeu e Não Cumpriu. Saúde é coisa séria e não pode esperar”.

enir-gordin nao-respondeu

fernanda-mazzellirespondeu

“Através de análise realizada pelo município de Guarapari, e, por já haver um projeto e obra de construção do hospital público, o município atende o princípio legal da eficiência, aproveitando os custos já realizados anteriormente, dando continuidade a uma tão importante obra que encontrava-se paralisada. Segundo informações repassadas a esta vereadora, o hospital referido pelo veículo se encontra indisponível por determinação judicial em ação civil pública postuladas aos particulares que são proprietários do mesmo, sendo assim, não há como firmar convênios, alugar, desapropriar ou praticar qualquer ato enquanto os efeitos existirem. Como acima exposto, análise e adoção de medidas são inerentes ao Executivo, o qual observará a melhor oportunidade dentro dos limites legais impostos, observando a legalidade e princípios basilares da administração pública em uma oportunidade de seus atos”.

gilmar-pinheiro  nao-respondeu

kamilla-rocha nao-respondeu

lennon-mojardin nao-respondeu

marcos-grijo nao-respondeu

oziel-de-sousanao-respondeu

paulina-aleixo  nao-respondeu

rosnagela-loyola nao-respondeu

sandro-bigossi nao-respondeu

thiago-partelininao-respondeu

wendel-lima respondeu

“Acredito que uma gestão de qualidade é essencial para o avanço da sociedade e da economia local. Diante de um cenário difícil que estamos vivendo, um bom gestor se torna indispensável para tomar decisões assertivas. O antigo hospital São Judas Tadeu construído há bastante tempo atrás não comportaria a quantidade de leitos suficientes para atender uma população com mais de 100 mil habitantes. Um hospital que, infelizmente, não tem estrutura adequada para cadeirantes e pacientes com necessidades especiais. A localização do hospital é excelente, porém a rua é estreita e dificulta muito a chegada de ambulâncias e a locomoção dos pacientes. Guarapari precisa de um hospital com uma estrutura maior e com mais leitos para acomodar o maior numero de pacientes, visto que a população do município é bem maior do que na época que construíram o Hospital São Judas”.

    ze-pretonao-respondeu

banner lateral 300x300px 2

1 COMENTÁRIO

  1. Bem logico que uma boa gestao com grande visao voltada ao desenvolvimento do municipio e fundamental mediante a um periodo dificil na qual atravessa o pais. Mas tambem, devemos previsionar que Guarapari construindo um novo hospital com total estrutura. Quem pode afirmar que os municipios vizinhos nao desfrutarao desses beneficios…afinal saude e algo garantido por lei federal(muito justo)…diante de tal situacao, nao seria mais coerente desde ja, que Adm. Publica do municipio, chamasse tais municipios para desenvolverem um projeto, construir e principalmente a munutencao desse empreendimento juntos…assim o nosso e todos os municipios vizinhos gozariao dos mesmos direitos sem sobrecarregar uma unica cidade…os tempos sao outros…municipios devem juntar forcas e nao buscar autonomia gerando despesas na qual nao serao capazes de cumpri…e quem sai privilegiado, sao os contribuintes q tem o dever de pagar seus impostos e o mesmo se revertido em beneficios(saude, educacao, seguranca e homens justos)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

banner lateral 300x300px 2

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

banner lateral 300x300px 3