Projeto propõe usar mão de obra de detentos no cultivo da horta urbana

Publicidade

banner topo matérias 728x90px

Uma semente começa a ser literalmente preparada para dar frutos na Casa de Custódia de Vila Velha (CASCUVV): por meio de projeto em parceria com o Ministério da Cidadania e a Prefeitura de Vila Velha, o vereador Devanir Ferreira (Republicanos) propôs a utilização dos terrenos ociosos do presídio para cultivar árvores frutíferas, hortaliças e verduras.

A ideia é usar a mão de obra dos próprios detentos no cultivo da horta urbana, levando alimento de qualidade à mesa dos internos, de suas famílias e dos servidores da unidade.

A Casa de Custódia pode ser usada como modelo, pois abriga internos do regime semi-aberto, que hoje estão desocupados por conta da pandemia.

Devanir Ferreira já se reuniu com a diretora da CASCUVV, Chelsea Genevieve de Oliveira, além do chefe da Segurança da unidade, Nunes, e o policial penal, Luiz Cláudio.

O objetivo é formatar um projeto e fazer a ponte com o Governo Federal, possibilitando que a CASCUVV seja o ponto de partida para um projeto que pode avançar para todo o Estado.

“Já estive em Brasília e estamos com as negociações avançadas. Será uma forma de ocupar o tempo ocioso e ainda gerar alimento natural dentro do presídio”, afirma Devanir Ferreira. Devanir Ferreira vai se reunir também com o secretário de Governo, Gilson Daniel. O objetivo é somar forças para implantação do projeto ainda este ano.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui