Padarias preparam cardápio especial e kits personalizados para o Dia dos Namorados

Publicidade

banner topo matérias 728x90px

O Dia dos Namorados está chegando e para garantir um presente marcante e delicioso, as padarias capixabas estão apostando em cardápios especiais nas lojas e kits personalizados para serem adquiridos nos sistemas take-away e delivery. São cestas de café da manhã, tábuas de frios, jantares, petiscos, chocolates artesanais, flores, bolos, pães decorados e bebidas especiais.

“No dia dos namorados as padarias devem abusar da imaginação para vender produtos bem decorados e com preços variados. Como o setor de panificação foi bastante atingido com a pandemia, as datas festivas são boas alternativas para recompor receitas”, ressaltou o presidente do Sindipães, Ricardo.

Padaria Segura

Como o Brasil ainda enfrenta o drama da pandemia da Covid-19, o Sindipães (Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria do Estado do Espírito Santo) e a Aipães (Associação da Indústria de Panificação e Confeitaria do Estado do Espírito Santo) tem reforçado a Campanha Padaria Segura – Juntos no combate à Covid-19, para garantir a qualidade e a segurança dos clientes e funcionários, principalmente, em períodos com maior movimentação nas lojas, como nas datas festivas.

“Estamos empenhados em ajudar os proprietários, colaboradores e clientes do setor de panificação, além de contribuir com o Governo do Estado no combate à doença. As padarias são essenciais, estão presentes em todos os bairros, e podem fazer a diferença ao garantir ao consumidor compras seguras e tranquila”, disse o presidente do Sindipães, Ricardo Pinto.

Padarias aumentam serviço de delivery

Serviços de delivery e take-away têm se tornado cada vez mais frequentes nas padarias e fator decisivo para a efetivação das compras, por parte dos clientes. A tendência é que no Dia dos Namorados os clientes aproveitem ainda mais essa modalidade. De acordo com pesquisa realizada pelo Sebrae, as padarias foram as que tiveram o maior aumento da oferta de serviço de entrega durante a pandemia: 36% antes da crise frente a 61% durante a quarentena.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui