Página Inicial / Agenda / “A Arte do Ofício” é a exposição de abertura do Centro Cultural Sesi

“A Arte do Ofício” é a exposição de abertura do Centro Cultural Sesi

O Centro Cultural Sesi inaugura com uma exposição que conta a trajetória do homem a partir do desenvolvimento das ferramentas e dos materiais. A exposição “A Arte do Ofício” chega ao Espírito Santo em um novo formato, com entrada gratuita. O espaço funcionará de terça a domingo, de 14 às 20h.

Originalmente elaborada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) para Olimpíada do Conhecimento e desenvolvida, por Cláudio Moura Castro e Júlio Heilbron, no Estado ela foi redesenhada pela curadora Rosa-Nina Liebermann. Com seu olhar artístico, ela realizou um recorte mais enxuto sobre este tema, que está presente em nosso dia-a-dia, desde o acordar até o adormecer.

“A abordagem a este tema tão rico e complexo é construída nesta exposição através de cinco módulos elementares que permeiam os ambientes. A Mão do Homem, Energia, Comunicação, Materiais e por fim, Exaltação, estabelecendo assim uma conexão entre ofícios, profissões e a arte”, explica a curadora Rosa-Nina Liebermann.

Para visitar a exposição e demais espaços do Centro Cultural, o Sesi Cultura está adotando medidas de saúde e segurança para a prevenção e combate ao novo coronavírus.

Serão dois monitores disponíveis para realizar as visitas guiadas, com limite de 20 pessoas por vez. O uso de máscara será obrigatório e o espaço conta com diversos totens de álcool em gel para serem realizadas às higienizações necessárias. O Centro Cultural Sesi conta com um grande espaço aberto – o Jardim Sinfônico – onde o público poderá aguardar o momento da visita, além do Café Cultural, que também é ao ar livre.

Sobre a Exposição

As transformações tecnológicas avançaram simultaneamente com nossas mudanças físicas e intelectuais. Somos quem somos pois criamos a tecnologia que nos assegura condições para uma vida confortável e com o acervo inédito de facilidades que temos hoje.

Os primeiros passos da marcenaria aconteceram com as pedras lascadas, já a mecânica, teve seu início dois mil anos antes de Cristo, somente após domínio e aptidão no manuseio dos metais.

Novas fontes de energia, que potencializaram a força do homem de forma drástica e a descoberta e o aprimoramento dos materiais; essas foram as transformações que nos conduziram até aqui, e sem elas, o desenvolvimento da sociedade, da forma que conhecemos hoje, não teria sido possível.

Com a Revolução Industrial, responsável pelo maior salto já dado pelo homem em toda a sua história, veio o conjunto de avanços tecnológicos e sociais vivenciados nos últimos dois séculos.

A história das ferramentas é a narrativa de uma íntima amizade entre técnica, criatividade e zelo pelo ofício. A manufatura é o trabalho bem feito, o orgulho, a ética profissional. Buscar a perfeição, respeitar aquilo que se faz e ser rigoroso com a qualidade, estes são os fundamentos do profissionalismo.

Serviço

Centro Cultural Sesi

Abertura oficial ao público: sábado, 24 de outubro, de 14h às 20h
Atrações: Exposição “A Arte do Ofício”, Sala Cultura, biblioteca digital Yellow Box, Cultura Café, Jardim Sinfônico, entre outros
Funcionamento: de terça a domingo, das 14h às 20h
Local: Sesi Jardim da Penha
Entrada gratuita

* Fonte: Sesi por Fiorella Gomes



Sobre Redacao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *