Página Inicial / Direito / Tribunal de Contas aponta irregularidades em contrato da prefeitura de Marataízes

Tribunal de Contas aponta irregularidades em contrato da prefeitura de Marataízes

O Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE) determinou que o prefeito Tininho suspenda o contrato para a realização de vigilância patrimonial em Marataízes no valor de R$ 6.1 milhões por suspeitas de irregularidades.

Realizado através da modalidade de Pregão Presencial Nº. 0087/2019, a contratação feita pela prefeitura não respeitou a orientação do Tribunal de Contas.

A área técnica do Tribunal de Contas apontou indícios de direcionamento para a contratação da empresa de segurança que tem sua sede em Cariacica.

Até o momento o prefeito Tininho não emitiu nota explicando o caso. A análise feita pelo Tribunal de Contas ocorreu com base em uma denúncia protocolizar no Tribunal.

Veja o parecer técnico do TC:

Decisao+Monocratica+128-2020-2



Sobre Redação

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *