Jovem negra e trans pede ajuda contra preconceito

Crédito: redes sociais da Isis
Publicidade

banner topo matérias 728x90px

Circula na internet, desde o último dia 30, o desabafo de Isis Mendes, uma jovem de 22 anos transexual e negra, que alega sofrer ataques racistas e transfóbicos de funcionários da empresa de engenharia RDamázio.

Moradora de Jardim Camburi, Isis cita algumas ofensas como “traveco”, “viado” e “Sarará crioulo” que ouve quando passa pela construção da empresa RDmázio, localizada em frente ao seu prédio. Ela disse que já chamou a polícia, mas a medida não foi suficiente para inibir os agressores.

Confira o desabafo da jovem postado nas redes sociais no último dia 30 de março:

A RDamázio em nota pelas redes sociais informou que tomou ciência do fato e afirmou que a postura dos funcionários é inadmissível pela empresa.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui