terça-feira, 27 de fevereiro de 2024 / 18:31
InícioNoticiasColuna de Opinião: Candidato(a) do Edson Magalhães

banner topo matérias 728x90px

Coluna de Opinião: Candidato(a) do Edson Magalhães

Coluna de Opinião

Ricardo Rios


O segredo é a alma do negócio! Talvez não só do negócio. Quando falamos em política, o difícil é manter o sigilo, mas, em Guarapari o segredo mais bem guardado do meio político é qual o candidato ou candidata que Edson Magalhães irá lançar para concorrer ao cargo de prefeito. Ou, simplesmente nem ele ainda saiba quem será.

No início de 2021 Edson trouxe para a Secretaria de Administração do Município uma coringa da sua gestão, que deixou em seu lugar na Secretaria de Educação, uma pessoa da sua mais alta confiança. Assim, os principais recursos financeiros e humanos do Município, está nas mãos da poderosíssima Sônia Meriguete, o que levou o mundo político guarapariense a imaginar que seria ela a futura candidata do atual prefeito.

Mas, mesmo demonstrando muita competência, parece que a coringa não está muita disposta a enfrentar uma campanha política, que aliás, é uma jornada muito árdua e traz enormes desgastes físicos e emocionais, fatos que podem ter feito o projeto de Edson ficar no modo stand-by, fazendo-o ligar o modo search (procura).

No meio político os seus principais aliados, Wendel Lima, Zé Preto e Camila Rocha saíram de sua alça de mira, fazendo-o focar no meio empresarial, levando-o primeiramente ao seu sonho de consumo político, Rodolfo Mai, no entanto, o grande empresário tem outros planos. Seguindo sua linha, cultiva todos os dias a sementinha política plantada no coração de Carlinhos (da Grande Rio), porém o grande empresário tem relutado.

Até seu grande amigo e parceiro de todas as horas, Oly Fonseca, passou pelos pensamentos de Magalhães, mas, isso não ganhou força no grupo. Essa dificuldade, tem levado os pensamentos de Edson para outras divisas. Foi assim que ele pensou em Norma Ayub, mas, seu esposo e Deputado Estadual, Ferração, não quer nem ouvir falar nesta hipótese.

Entre os pré-candidatos que já estão por ai, nenhum tem, atualmente, proximidade suficiente com Magalhães para ganhar sua confiança, a não ser o Gedson Merízio, que se aproximou do Edson durante a recém campanha para governo do estado, aliás, esta aliança pode estar sendo costurada por dois pesos pesados do mundo político capixaba, porém, como este provável alinhamento está em fase embrionária, prefiro parar por aqui e reservar os nomes de tais intermediadores.

Por outro lado, Magalhães talvez não queira indicar ninguém, mantendo-se longe da disputa, para que os eleitores elejam qualquer um, e de preferência sem experiência, sem projeto e sem equipe, esperando que dê tudo errado (e se o povo não abrir os olhos poderá dar tudo errado), e a população aclame o seu retorno em 2028.

Como o tempo não para e a campanha está logo alí, Edson não pode demorar a escolher o seu candidato, mesmo porque, para ter sua digital o candidato precisará andar ao seu lado nas inaugurações e ordens de serviços, afinal, mesmo o segredo sendo a alma da política, ele terá que ser revelado cedo ou tarde, e no caso, quanto mais tarde pior.


O conteúdo do texto é exclusivo e de responsabilidade do autor

banner lateral 300x300px 2

banner lateral 300x300px 2

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

banner lateral 300x300px 3