Carga de notebook avaliada em R$ 110 mil é recuperada pela Polícia Civil

Publicidade

banner topo matérias 728x90px

Seis suspeitos de 26, 28, 32, 33, 35, 41 e um adolescente de 17 anos foram detidos durante uma operação realizada sábado (14), pela equipe da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Transporte de Cargas (DECCTC), com o apoio da Delegacia Especializada em Crimes Contra Estabelecimento Comercial (DCCEC). A ação foi realizada em bairros dos municípios de Vitória, Serra e Santa Teresa.

Durante a operação, foi recuperada uma carga com dez aparelhos de notebook da marca Mac, avaliados em, aproximadamente, R$ 110 mil, preço de custo. A carga havia sido furtada na quarta-feira (11), em um centro distribuidor, localizado na Serra. Além dos computadores, foram apreendidos R$ 9 mil, em dinheiro.

De acordo com a delegada Rhaiana Bremenkamp, titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Transporte de Cargas, dos seis suspeitos conduzidos à delegacia, um era o autor do furto, cinco eram receptadores, além do adolescente, que também receptou a carga.

O suspeito de 32 anos foi autuado, em flagrante, por receptação qualificada e foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana (CTV). Os outros quatro suspeitos de 28, 33, 35 e 41 anos, assinaram um termo circunstanciado (TC) por receptação culposa e foram liberados para responder em liberdade, após assumir o compromisso de comparecer em juízo. Já o adolescente de 17 anos assinou um boletim de ocorrência circunstanciado (BOC) por ato infracional análogo ao crime de receptação qualificada e foi reintegrado à família.

“O suspeito, encaminhado ao presídio, foi autuado por receptação qualificada, porque comprou o material furtado para revender. Já os demais que assinaram o TC responderão por receptação culposa, pela desproporção do valor que compraram com o valor que é de mercado”, explicou a delegada Rhaiana Bremenkamp.

As investigações continuam para verificar se há outros envolvidos no crime. “Destacamos a importância da denúncia feita pela comunidade. Caso tenha informações, a pessoa pode denunciar pelo Disque-Denúncia 181 ou pelo site disquedenuncia181.es.gov.br. Todas as informações fornecidas serão apuradas”, garantiu Rhaiana Bremenkamp.

Fonte: Assessoria SESP/ES

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui