Página Inicial / Cidades / Vereador de Guarapari será denunciado por mentir em plenário

Vereador de Guarapari será denunciado por mentir em plenário

O vereador Wendel Lima (PSD) pode ser cassado por ter mentido aos seus pares. A denúncia, que será protocolizada na Câmara de Vereadores de Guarapari na próxima semana é referente à afirmação que o vereador fez na sessão ordinária de terça-feira, (20/06).

No pronunciamento, o vereador afirma que os shows na festa de São Pedro foram suspensos por conta de uma perseguição política do ex-prefeito Orly Gomes a ele. “Eu faço parte da Associação de Moradores da Prainha de Muquiçaba. A festa acabou há dois anos. Eu fazia parte da gestão do Orly e quando rompi com ele, ele me puniu até na questão da Associação de Moradores”, declarou o vereador indicando que o fim dos shows na festa teria sido uma retaliação do ex-prefeito Orly Gomes a ele, Wendel. Conforme noticiou em primeira mão o Portal 27, município de Guarapari.

Matéria do Portal 27 que reproduz a acusação feita pelo vereador ao ex-prefeito Orly Gomes.
Matéria do Portal 27 que reproduz a acusação feita pelo vereador ao ex-prefeito Orly Gomes.

A declaração, que poderia ser entendida como uma briga política tomou proporções maiores depois que um morador da região da Prainha divulgou a copia de um documento assinado pelo vereador Wendel Lima no ano de 2013. No documento, o vereador assina e concorda com o cancelamento dos shows na região. O documento, que a equipe do Portal Realidade Capixaba teve acesso, está assinado pelo vereador Wendel Lima.

documento assinado pelo vereador Wendel cobrando da prefeitura o acordo assinado em 2012.
Documento assinado pelo vereador Wendel cobrando da prefeitura o acordo assinado em 2012.

Em um trecho do documento, a associação de moradores, representada por Wendel Lima, cobra que o acordo feito em 2012, que suspendia os shows na região, fosse respeitado. Nossa equipe apurou que, contrariando o pedido feito pela associação de moradores, o ex-prefeito Orly Gomes autorizou a realização do evento em 2013, e só suspendeu depois que outro documento da associação que o vereador faz parte fosse enviado cobrando que o prefeito Orly Gomes não permitisse shows na região.

Parte do documento onde a associação de moradores pede o fim dos shows
Parte do documento onde a associação de moradores pede o fim dos shows.

O discurso do vereador Wendel Lima chamou a atenção do morador que, por medo de represálias, pediu para que seu nome não fosse divulgado. “Achei estranho… a suspensão dos shows aqui era uma reivindicação antiga dos moradores por conta dos transtornos causados. Foi o próprio Wendel que ajudou a suspender os shows. Não entendi quando ele acusou o ex-prefeito Orly. Conforme comprova o documento que estou entregando a vocês, o acordo de suspensão dos shows foi feito antes de o Orly ser prefeito e ele só cumpriu o que combinamos” disse o morador que afirma não ser contra a festa e sim contrário aos mega-shows.

O advogado Kleber Queiroz analisou a conduta do vereador o documento. “O que chama a atenção é o fato do vereador acusar o ex-prefeito de ter acabado com os shows e o documento provar o contrário, que foi o vereador que solicitou ao prefeito o fim dos shows. Isso trás um desgaste político, mas cada câmara tem um regimento interno e é preciso apurar o que diz o regimento da câmara de Guarapari para analisar o caso” disse o advogado.

Para que um processo disciplinar seja aberto, a denúncia precisa ser apresentada por um vereador ou partido com representação na Casa e acatada pelo plenário.

O termo – quebra de decoro parlamentar – ficou conhecido por todos os brasileiros depois que o deputado Eduardo Cunha foi cassado por ter mentido aos seus pares em uma comissão. Segundo informações apurada pela nossa equipe, o mesmo argumento será apresentado para que os vereadores decidam se o vereador Wendel Lima deve responder por quebra de decoro parlamentar ou não.

Nossa equipe tentou contato com a Câmara Municipal, mas por ser sábado não conseguimos um posicionamento oficial.

 

Reportagem, Joice Biane.



Sobre Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display