Página Inicial / Cidades / Suspeitos de envolvimento em roubo a casa lotérica em Cariacica são presos

Suspeitos de envolvimento em roubo a casa lotérica em Cariacica são presos

A Divisão de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (DRCCP), em conjunto com a Companhia Independente de Missões Especiais (Cimesp) da Polícia Militar, prendeu em flagrante, na noite de quinta-feira (1º), dois suspeitos de envolvimento no roubo à casa lotérica cometido na manhã da última terça-feira (30), no bairro Bela Aurora, Cariacica.

Os indivíduos de 22 e 20 anos foram presos em Zumbi dos Palmares, Vila Velha, e no bairro Boa Sorte, em Cariacica, respectivamente. O detido de 22 anos foi identificado como um dos três homens que realizaram o roubo. No dia do crime, ele usou uma roupa de coletor de lixo para disfarçar a ação, estava armado e conseguiu fugir com o malote de dinheiro.

“Em depoimento, ele informou que o assalto foi programado por um dos integrantes do grupo,que habitualmente tomava café em uma padaria próxima à lotérica e visualizava o dono da lotérica chegando com o malote, sempre no mesmo horário. Por isso eles resolveram praticar esse assalto, inclusive porque um deles estava com dívidas junto ao tráfico. Para pagar essa dívida, eles decidiram praticar o crime”, afirmou a titular da DRCCP, delegada Rhaiana Bremenkamp.

No dia do roubo, o suspeito de 22 anos e outros dois comparsas invadiram a casa lotérica e renderam o proprietário, subtraindo o malote que continha R$ 5 mil. Ocorreu um disparo de arma de fogo no interior do estabelecimento, e um policial militar que passava pela região ouviu, intervindo no roubo. Os suspeitos atiraram contra ele, que revidou o ataque, baleando dois dos assaltantes, que foram a óbito.

As investigações se iniciaram logo após o fato, com o objetivo de localizar o indivíduo que fugiu, e contaram com o apoio da Cimesp. “Assim que nós tivemos conhecimento deste evento envolvendo um policial nosso, nós nos prontificamos a prestar todo apoio ao policial e para tentar encontrar o terceiro indivíduo. Então, nosso serviço reservado iniciou um processo de coleta de informações”, explicou o comandante da Cimesp, major Rogério.

Durante as diligências conjuntas, os policiais descobriram a participação do quarto suspeito, que cedeu a arma usada no crime e ficou com parte do valor subtraído da lotérica.  O detido de 22 anos foi autuado em flagrante pelos crimes de roubo majorado, tentativa de homicídio contra o policial militar, associação para o tráfico de drogas e resistência. O suspeito de 20 anos vai responder pelos crimes de roubo majorado e associação para o tráfico de drogas. Ambos foram encaminhados ao Centro de Triagem de Viana.

Fonte: Assessoria Sesp



Sobre Redação

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *