Página Inicial / Esporte e Saúde / Polícia Civil ES compra mais de 6 mil máscaras descartáveis de proteção individual

Polícia Civil ES compra mais de 6 mil máscaras descartáveis de proteção individual

A Polícia Civil comprou 6,4 mil máscaras descartáveis de proteção individual que já estão sendo distribuídas nas delegacias. O material – dividido em 128 caixas, foi recebido na última sexta-feira (15) e totalizou um investimento de R$ 15.360,00. Uma nova compra de 15 mil máscaras está em fase de licitação

Inicialmente, as máscaras foram distribuídas para as delegacias de plantão. “Essas unidades são as que mais recebem demandas em meio a pandemia, mesmo com a ampliação da capacidade de registro de ocorrências pela Deon. Por isso, iniciamos a distribuição por elas para que nossos policiais estejam equipados e protegidos durante o atendimento”, explicou o delegado-geral, José Darcy Arruda.

Além das 17 unidades de plantão em todo o Estado, também receberam a Academia de Polícia (Acadepol), Corregedoria, Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic), Departamento Especializado de Narcóticos (Denarc), Departamento de Recursos Humanos  (DRH), Divisão Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (Deam’s), Delegacias Especializadas de Crimes contra a Vida (DCCV’s), Delegacia Especializada de Atendimento ao Adolescente em conflito com a Lei (Deacle), Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA),  Delegacia Especializada de Costumes e Diversões (Decodi), Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), Serviço de Transporte e Viaturas (STV) e pátios da Polícia Civil.

A Polícia Civil também recebeu do Governo do Estado, por meio do comitê do Covid-19, uma doação de 200 máscaras do tipo “safe shield”, que foram distribuídas para a Superintendência de Polícia Técnico- científica (SPTC), Superintendência de Polícia Interestadual e Captura (Supic), Delegacias Regionais, Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon).

No último dia 07, a Polícia Civil também recebeu 1 mil máscaras do tipo N95, 1 mil máscaras cirúrgicas descartáveis e 1 mil pares de luvas descartáveis. “Esse material é uma doação da Secretaria da Saúde e foi destinado à Superintendência de Polícia Técnico- científica. As máscaras do tipo N95 estão sendo distribuídas, mensalmente, para os Serviços Médico Legal e os plantões das perícias em todo o Estado”, afirmou o superintendente de Polícia Técnico-científica, perito Renato Koscky.

Já em relação ao álcool em gel, a Polícia Civil recebeu mais de 3.200 frascos de álcool 70% em gel de 300 ml e 800 frascos de um litro, totalizando 1.760 litros. “Esse material foi todo doado pelo comitê do Covid-19.  Do valor total, 625 litros já foram entregues aos policiais e ainda temos mais de mil litros à disposição”, informou o delegado-geral.

Além disso, a Polícia Civil também recebeu a doação de 50 litros de álcool em gel do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Espírito Santo (Sindipol).

 

Normas de atendimento ao público nas unidades policiais de todo o Estado: No dia 25 de março foi publicada uma circular interna orientando o gerenciamento do atendimento presencial da população, permitindo a entrada de duas pessoas de cada vez, evitando assim a aglomeração de pessoas nas delegacias.

Trabalho remoto:A mesma circular interna prevê que gestantes, lactantes e policiais que façam parte de grupos de risco podem solicitar autorização para trabalhar remotamente. Quem tem férias vencidas pode solicitar até 30 dias, mesmo sem agendamento prévio, e servidores que retornarem de viagem internacional ou Cruzeiro permanecerão em trabalho remoto domiciliar por sete dias.

Ampliação da Delegacia On-line: Os registros de boletim de ocorrência por meio da Delegacia Online foram ampliados possibilitando que mais crimes sejam registrados via Deon, evitando que a pessoa vá até uma delegacia física. Só não são aceitos registros de homicídios, sequestros, estupros e furtos e roubos de veículos. O cidadão que precisar registrar um Boletim de Ocorrência deve acessar   http://delegaciaonline.sesp.es.gov.br

Serviço de busca por desaparecidos: Disponibilizado no início do mês de abril,  a busca por pessoas desaparecidas há mais de 30 dias pode ser feita com a ajuda de aplicativo de mensagens instantâneas. O objetivo é evitar a aglomeração de pessoas na Seção de Necrópsia do Departamento Médico Legal (DML).

Vacinação contra gripe para os policiais civis: Realizada também em abril e em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Vitória. Foram disponibilizadas 250 doses de vacina contra a gripe para os policiais civis que estão na ativa.

Higienização das unidades: Em maio, foram iniciadas as sanitizações das delegacias e outras unidades de atendimento ao público em parceria com as Prefeituras de diversos municípios. Estão sendo realizadas desinfecção de calçadas, fachadas e áreas externas. Em Vitória, ocorre também a higienização de áreas internas, onde ocorre atendimento ao público.

Cartilha: 
Em relação à violência doméstica e familiar, a Divisão Especializada de Atendimento à Mulher (DIV-Deam) elaborou um passo a passo para auxiliar as vítimas a registrarem o boletim de ocorrência por meio do https://delegaciaonline.sesp.es.gov.br.

Fiscalizações:A Delegacia Especializada de Costumes e Diversões (Decodi) realiza ações, diariamente, para fiscalizar se estabelecimentos comerciais estão respeitando o decreto estadual que prevê que as regras de distanciamento social sejam cumpridas.  Já a Delegacia Especializada em Defesa do Consumidor (Decon) está desencadeando diversas operações para a fiscalização de preços e qualidade de álcool em gel 70% e de botijas de gás de cozinha.

Testagem: A Polícia Civil recebeu da Secretaria da Saúde um lote de 240 kits para testagem dos servidores. Os  testes estão sendo realizados em policiais – peritos ou de outras unidades – que apresentem sintomas há pelo menos oito dias, de forma a tornar mais eficiente a triagem. Conforme forem sendo disponibilizados mais testes, eles serão realizados nos demais integrantes da instituição.

Perícia em local de crime: Todos os peritos receberam reforços nos EPIs, com máscaras dos tipos cirúrgicas, N-95 e protetora de face, luvas, toucas, propés e macacões descartáveis. Quanto às equipes plantonistas, de atendimento a locais de crime, a SPTC tomou medidas de separação dos distintos núcleos (morte violenta e patrimônio), evitando ao máximo a aglomeração de peritos nos alojamentos, fixando as duplas, reduzindo o contato desnecessário entre um maior número de peritos, além de orientar e exigir de todos os servidores o uso de máscaras em todos os ambientes da Superintendência.

Fonte: Assessoria Sesp/ES



Sobre Redação

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *