Página Inicial / Noticias / Municípios capixabas conhecem modelo de sistema para aquisição econômica de medicamentos no Paraná

Municípios capixabas conhecem modelo de sistema para aquisição econômica de medicamentos no Paraná

consorcio_medicamentos

Prefeitos dos municípios de Viana, Itaguaçu, Conceição do Castelo, São Domingos do Norte e Guaçui, além de secretários de Saúde de Viana, Serra, Vitória e da Gerência Farmacêutica da Secretaria de Estado da Saúde, visitaram a equipe do Consórcio Público de Medicamentos do Paraná, nesta quinta-feira (09/11), e conheceram de perto o sistema de consórcio que é um dos mais econômicos do país.O estudo de um modelo visa trazer mais eficiência e menos custos na aquisição de medicamentos para o Sistema Único de Saúde (SUS) dos municípios capixabas.

“Trabalhando em conjunto teremos ganho em escala, redefinindo os custos e sendo mais eficientes na entrega dos medicamentos”, disse o prefeito Gilson Daniel. O secretário de Estado da Saúde Ricardo de Oliveira, que esteve presente, enfatizou que “o modelo é eficiente e que o estado tem interesse em estudar este novo modelo de gestão para a compra de medicamentos”, afirmou.

Para o secretário de Saúde de Viana, Luiz Carlos Reblim, esse mecanismo irá atender aos municípios, auxiliando na regulagem do déficit de medicamentos, que é uma realidade atual. “Essa é uma busca por alternativas que visam à melhoria de um problema que atinge a maior parte das cidades brasileiras. A reunião em consórcio possibilita que o programa seja centralizado, isso aumenta o volume de compras e, consequentemente, a queda do valor”.

 Consórcio

Carlos Setti, atual secretário Executivo do Consórcio Público de Medicamentos do Paraná, apresentou o modelo adotado pelo seu Estado que trouxe, além de economia, a segurança para que não haja a falta de medicamentos na hora do morador buscar pelo serviço. “A estratégia que o Paraná utiliza para compra é a de medicamentos de assistência básica para usuários do SUS. O consórcio vem para juntar recursos e, com isso, ganhar poder de escalas e de compra junto aos fornecedores”, explicou.

Fonte: Secretaria de Comunicação, Cultura e Turismo  de Viana

TekNow



Sobre Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display