InícioCidadesMP investiga parentes de Rose por compra de imóveis com propina da...

banner topo matérias 728x90px

MP investiga parentes de Rose por compra de imóveis com propina da Codesa

Política em um minuto – 05/10/2023

O MP Estadual investiga fatos da operação Corsários da PF, que fez buscas contra a ex-senadora Rose de Freitas e prendeu seu irmão e primo nomeados por ela na antiga Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa).

A investigação ocorre porque o Estado do Espírito Santo também era sócio do Porto. Então, o desvio de dinheiro lesou também caixa estadual, gerando o dever do MP do ES de punir os responsáveis e recuperar os valores desviados.

Na investigação, a Promotoria de Justiça apontou vários fatos de extrema gravidade, afirmando que “Edward Dickison e Ricardo Saiter, servidores comissionados da CODESA à época, foram presos na operação Corsários da PF por desvio de dinheiro público da Codesa em contratos do Porto, usando propina para despesas pessoais e compra de imóveis de luxo em Vitória, Vila Velha e Rio de Janeiro, mantendo um elevado padrão de vida;”

A operação Corsários, que embasa a investigação estadual, identificou uma organização criminosa e apontou a ex-senadora Rose de Freitas como uma das beneficiadas, que teria aparelhado a Codesa nomeando seu irmão e primo para agirem como seus operadores. As apurações apontam quem o dinheiro desviado do Porto teria servido para compra de imóveis de luxo e manutenção de padrão de vida incompatível com salários, sendo Rose a beneficiária do esquema.

Leia trecho do documento do MP Estadual:

banner lateral 300x300px 2

banner lateral 300x300px 2

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

banner lateral 300x300px 3