domingo, 26 de maio de 2024 / 13:06
InícioNoticiasColuna de Opinião: Zé Preto, cinco caminhos, cinco resultados

banner topo matérias 728x90px

Coluna de Opinião: Zé Preto, cinco caminhos, cinco resultados

Coluna de Opinião

Ricardo Rios


O deputado Zé Preto (ex-PL) está no momento mais decisivo de toda a sua vida política, isto porque, ele possui algumas opções que podem levar a resultados diversos, onde alguns podem ser favoráveis e outros bem amargos, e para tanto, o deputado precisa se desvencilhar daqueles apoiadores apaixonados que vivem massageando o seu ego.

Das pré-candidaturas mais consistentes até o momento temos, Rodrigo Borges, Wendel Lima, Zé Preto, o indicado de Magalhães e Oylas, do PT (a outra pré-candidata desistiu). A união do Podemos com PSB é o chamado balão de ensaio, aliás, o PSB desmoronou.

Conjecturando um. Pensemos que Zé Preto, ex-aliado de Bolsonaro, ganhe as eleições. Este seria um mundo bom, contudo, ele tem duas barreiras dificílimas. A primeira é Rodrigo Borges e a segunda o candidato de Edson (seja quem for). Mas, ele abre caminho para a candidatura, naturalmente, de Rodrigo Borges e Edson à Assembleia Legislativa, o que os torna potenciais adversários já em 2028.

Conjecturando dois. Pensemos que Rodrigo Borges vença as eleições. O deputado sairá desgastado do processo e terá que lutar muito, mas muito mesmo para a sua reeleição, isto porque, Edson, Wendel e outros disputarão as mesmas eleições. E pode piorar. Rodrigo Borges, que tem política na veia, é estrategista, persistente e deseja formar um grupo político, também deve lançar uma ou mais candidatos e certamente, jogará muitas fichas para eleger o “seu” deputado.

Conjecturando três. Pensemos que o indicado de Edson vença as eleições. Nesse cenário, o deputado Zé Preto também sairá desgastado, e irá para uma batalha terrível em busca da reeleição, pois, enfrentará Edson, com a máquina municipal e Rodrigo Borges, que independente de qualquer resultado sairá capitalizado politicamente.

Conjecturando quatro. Pensemos que o deputado Zé Preto desista da sua candidatura e apoie o indicado de Magalhães e este vença. Este será o pior dos mundos para ele, já que Magalhães é candidato a deputado e a prefeitura estará nas suas mãos, indiretamente, com toda a sua tropa de choque nos pontos estratégicos do Executivo. Sendo assim, na disputa de 2026, quando Zé Preto buscaria sua reeleição, enfrentará Edson e Rodrigo numa batalha sangrenta por votos.

Conjecturando cinco. Pensemos que o deputado Zé Preto resolva apoiar Rodrigo Borges e este vença as eleições. Este é o melhor dos mundos. Primeiramente, porque Zé Preto não se desgastará numa batalha por votos agora. Segundamente, porque pode firmar um acordo político com Rodrigo e receber apoio na sua tentativa à reeleição. E por fim, ele batalhará somente com Edson, desgastado por perder a eleição e sem mandato.

Quando viajamos e o GPS nos deixa dúvida, sempre é bom pararmos e perguntarmos aquele velhinho sábio sentado à beira do caminho: Onde encontro um bom resultado? E ele lhe dirá: “Lá no posto Ipiranga. Precisamente, aquele que fica na entrada da praia dos adventistas”. Por fim, vale lembrar que a decisão pode ser difícil, mas se tornará mais leve, quando analisados os resultados.

O conteúdo do texto é exclusivo e de responsabilidade do autor

banner lateral 300x300px 2

banner lateral 300x300px 2

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

banner lateral 300x300px 3