Página Inicial / Noticias / Vereador vai registrar ocorrência e tem carro arrombado na porta da delegacia

Vereador vai registrar ocorrência e tem carro arrombado na porta da delegacia

WhatsApp Image 2017-12-28 at 09.15.26

A Polícia Militar realiza operações e apreende veículos roubados e irregulares. A Polícia Militar registra as ocorrências e investiga as denúncias. Mas a falta de pátios públicos para que os veículos apreendidos sejam recolhidos adequadamente está provocando uma nova onda de crimes na cidades: furto de peças dos carros que estão em posse do Estado.

WhatsApp Image 2017-12-28 at 09.18.41

Na noite de ontem (27/12) a mais nova vítima foi o vereador Zazá. Enquanto registrava a perda de documentos do seu filho na delegacia de Guarapari, o vereador teve seu carro confundido com um veículo apreendido e foi arrombado e o equipamento de som furtado. “Tenho pedido reiteradamente à prefeitura para que faça um convênio com o Estado para que uma área da prefeitura seja cedida para a criação de um pátio para colocar os veículos que se acumulam na porta da delegacia. A prefeitura não se movimenta e quem vai a delegacia procurar ajuda fica a mercê desses bandidos” desabafou o vereador.

WhatsApp Image 2017-12-28 at 09.14.49
Uma fonte da polícia disse que esse fato não é isolado. “Uma pena o que ocorreu, mas serve de alerta para as autoridades. O prefeito não ouve a gente. Esse ano, nem o GGIM aconteceu. Uma pena mesmo”. O GGIM é o Gabinete de Gestão Integrada Municipal e reunia as forças de segurança na cidade. As reuniões sempre ocorreram mensalmente e por convocação do prefeito. No ano de 2017 as reuniões não foram convocadas pelo prefeito. “Esse era um espaço de debate e diálogo entre as forças de segurança, mas o prefeito não convocou esse ano. Por isso não existem ações integradas na cidade. O verão começou sem diálogo. Basta ver as condições do CIAC na Praia do Morro que vão perceber a importância que a administração municipal dá para a parceria com a polícia”, desabafou o policial. Reforma do CIAC para “inglês ver”

Nossa equipe pesquisou e identificou várias áreas da prefeitura que estão abandonadas e poderiam ser utilizadas como pátio temporário até que o governo do Estado encontre outra solução. Entre as áreas está o terreno onde seria construída a sede da prefeitura e comprada com o dinheiro da venda do prédio do almoxarifado. Guarapari: um legado de obras abandonadas e desperdício de dinheiro

A prefeitura não respondeu nosso questionamento sobre a utilização de uma área abandonada como pátio temporário da Polícia Civil.



Sobre Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display