Página Inicial / Cidades / Supermercados Capixabas irão abrir nos domingos de julho

Supermercados Capixabas irão abrir nos domingos de julho

whatsapp-image-2017-06-27-at-16-46-05

A volta do funcionamento dos supermercados no Estado em alguns domingos aconteceu após sete anos, graças a um acordo durante a convenção coletiva da categoria no ano passado, os supermercados do Estado voltam a abrir as portas aos domingos no mês de julho. Os lojistas podem optar entre abrir ou não no primeiro dia da semana, e as lojas poderão abrir entre 8 e 18h, mas cada rede é responsável na escolha do período de funcionamento dentro desse horário.

“A convenção coletiva de 2016 possibilitou essa flexibilidade de abertura das lojas em alguns domingos do ano como aconteceu em dezembro, janeiro e fevereiro”, disse o superintendente da Associação Capixaba dos Supermercados (Acaps), Helio Schneider.

O atual presidente do Sindicato dos Comerciários do Espírito Santo (Sindicomerciários), Jakson Andrade, explicou que, embora a abertura dos supermercados aos domingos tenha sido definida em acordo de convenção coletiva, cada empresa deve negociar com os funcionários a forma de gratificação do período trabalhado.
“As empresas precisam procurar o sindicato para discutir a forma de folga e a remuneração dos empregados. Cada empresa tem que negociar com o funcionário e com o sindicato”, afirmou o presidente.
Jakson ressaltou que em outubro, quando uma nova convenção será realizada, o sindicato vai voltar, a defender o fechamento dos shoppings aos domingos. “Nossa posição é o não trabalho dos empregados nesse dia”, disse.
Alguns supermercados já se planejaram e para o funcionamento do próximo mês. As redes Extrabom , Epa, Walmart, Sams Club, Carrefour e o Casagrande confirmaram que vão abrir nos cinco domingos do próximo mês. Já o Perim, Ok, Carone e São José informaram que vão manter suas lojas fechadas.

O que mudou:
Os supermercados no Estado pararam de funcionar no domingo desde 2009 devido a um acordo entre empregados e empregadores. Empresários decidiram não abrir após avaliar que o movimento é economicamente inviável. Já os funcionários queriam garantir o descanso dominical.
Convenção coletiva firmada no ano passado permitiu que os supermercados abrissem aos domingos durante três meses deste ano: em janeiro, em fevereiro e agora em julho. Cada rede, no entanto, pode optar pela abertura ou não das lojas assim como definir seu horário de funcionamento.
A convenção coletiva da categoria, que também definiu reajuste salarial e outras questões, fica em vigor até 31 de outubro deste ano – quando o assunto voltará a ser discutido.

 

Reportagem, Joice Biane.

 



Sobre Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display