Página Inicial / Cidades / Opinião: Vila Velha e seus 9km de BR 101

Opinião: Vila Velha e seus 9km de BR 101

Dias atrás foi reportado na imprensa escrita o início das obras de quatro viadutos na BR-101 no trecho que “corta” o município de Viana, RMGV, facilitando a mobilidade entre “as Vianas” separadas pela BR-101. Foram várias audiências realizadas com a operadora ECO-101, juntamente com deputados federais, estaduais, vereadores, sociedade civil e empresariado,  no sentido de debater as propostas destas intervenções que culminaram nos projetos que serão implementados, consolidando, a passos largos, o município de Viana como cidade logística.

Vizinha do município de Viana, temos nossa Vila Velha, que também é “cortada” pela BR-101 em aproximados 9km e ainda teremos, em breve, a Ferrovia EF-118, paralela à BR-101. Vila Velha possui cerca de 6 milhões de m2 de área pós BR-101, que limita com o município de Viana.

A Associação dos Empresários de Vila Velha (ASSEVILA), em parceria com a gestão municipal da época (2009/2012), elaboraram o primeiro (e único, até agora) PLANO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DE VILA VELHA, no qual já constava a região desses 9km e a pavimentação da ES-388 como nosso “eldorado” do desenvolvimento sustentável e suas oportunidades de geração de trabalho e renda. E agora, essas potencialidades foram consolidadas no novo PDM, que após debatido exaustivamente com a sociedade, foi aprovado pela Câmara dos Vereadores de Vila Velha.

Nesses 9km de BR-101 que nos separam dos  nossos 6 milhões de m2, temos cerca de 6 entradas/saídas que cruzam a BR-101. Importante debatermos quais serão as intervenções de engenharia que farão com que essa região cumpra seu papel de criar oportunidades para todos, lembrando que o PDM do nosso município vizinho, Viana, limítrofe de Vila Velha ao longo desses 9km, também prevê possibilidades de uso e ocupação solo focada na geração de oportunidades.

É importante debatermos com os atores envolvidos, bancada federal, estadual, vereadores, sociedade civil, empresariado, ECO-101, ANTT, dentre outros, essas intervenções de engenharia, possibilitando mobilidade dentro do município de Vila Velha e com nosso município vizinho.

A nossa arrecadação com ISS referente às  operações portuárias realizadas no município de Vila Velha, que são fundamentais para o nosso custeio e capacidade de investimentos, corre risco. Esses 9km de BR-101 e Ferrovia EF-118 merecem atenção especial de todos os munícipes.

WhatsApp Image 2019-01-17 at 06.52.49Henrique Casamata
Diretor do Clube Capixaba de ENGENHARIA

No Banner to display



Sobre Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display