Página Inicial / Direito / MP acusa Edson Magalhães de superfaturar compra do prédio do Hospital e obra deverá ser suspensa

MP acusa Edson Magalhães de superfaturar compra do prédio do Hospital e obra deverá ser suspensa

processo 2252.19 - edson (3)

O Ministério Público denunciou o prefeito de Guarapari, por superfaturamento na compra do terreno e prédio onde Edson Magalhães pretende construir o Hospital Cidade-Saúde de Guarapari.

Segundo consta na denúncia, o Ministério Público Estadual, através da 1ª Promotoria de Cível de Guarapari encaminhou todo inquérito ao Ministério Público Especial de Contas, onde consta um laudo dos engenheiros efetivos da Prefeitura, com data de 2009, avaliando em 1 milhão de reais o prédio comprado por Edson Magalhães para funcionar como o o hospital, mas Edson renegociou  o valor e pagou 2,9 milhões de reais, quase 2 milhões de superfaturamento.

Ainda constam da denúncia do Ministério Público ofícios enviados ao Governo do Estado, em que a prefeitura admite não ter dinheiro e nem previsão para operacionalizar o hospital. Constam também da denúncia, oficios de respostas incompletas do atual secretário de Fazenda, Gabriel Costa, quando perguntando pelo Ministério Publico acerca dos recursos para obra do Hospital.

Por fim, o Ministério Publico pede a suspensão cautelar e imediata da contrato de execução da obra junto a atual construtora.

Edson foi notificado e tem 5 dias para apresentar sua resposta, prazo em que o Conselheiro Relator decidirá se suspende imediatamente a obra ou não. Contudo, o Ministério Publico ainda tem a prerrogativa de acionar Edson Magalhães na Justiça comum.

processo 2252.19 - edson (1)

processo 2252.19 - edson (2)

TekNow



Sobre Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display