Página Inicial / Esporte / Coluna “Saúde e Bem-Estar” Muay Thai: Queridinho das mulheres

Coluna “Saúde e Bem-Estar” Muay Thai: Queridinho das mulheres

Muay Thai_saude_thamires

As artes marciais vêm se destacando nas academias e já conquistou seu espaço entre as mulheres. A mais procurada por elas é sem dúvida o Muay Thai, uma arte tailandesa que combina golpes de socos e chutes alinhando força e coordenação.

90 minutos de aula podem queimar em torno de 750 a 800 calorias. Uma aula dinâmica e que exige disciplina para superar seus limites e respeitar os do adversário.

Muitas mulheres não têm paciência e não se identificam com outras atividades aeróbicas como correr ou pedalar e enxergam na aula de Muay Thai uma forma de queimar calorias e aperfeiçoar outras habilidades como a flexibilidade e coordenação motora.

O que muitas elas relatam é que após começarem a praticar essa arte marcial, perceberam aumento na autoestima e mudanças corporais benéficas, pois a atividade pode trabalhar de forma intensa os membros superiores e inferiores ao mesmo tempo, assim é capaz de trazer uma definição ao corpo. Se alinhado com uma boa alimentação, o torneamento dos músculos é notado logo na quarta semana de treino.

Isso se deve também a metodologia que é usada na maioria das aulas, nas quais os professores separam seus alunos por duplas e passam combinações de golpes, um deve aplicar no outro coordenadamente e dosando sua força, dessa forma as mulheres se sentem encorajadas e veem de fato que conseguem ter total domínio sobre seus movimentos.

Outra variação dessa arte marcial, que também já foi acolhida pela mulherada, é o personal fight para quem não tem tempo de ir a academia ou os horários não atendem a sua necessidade, pois com ele é possível marcar uma aula individual personalizada, na qual o aluno escolhe o melhor lugar e local para o treino ou ainda convidar um grupo de amigos  para o treino, mas sempre com acompanhamento do profissional.

Seja de forma coletiva ou personalizada é muito importante ressaltar que sempre se deve procurar um profissional habilitado para ministrar essas atividades. Por se tratarem de uma aula de contato físico é indispensável que haja equipamentos de proteção e supervisão de um profissional adequado. Pesquise sobre o histórico do professor, consulte sobre seu número de registro e escolha o seu. Adeque seus horários e veja todo o suor se transformar em qualidade de vida.

THAMIRES

Thamires L. Moraes

Bacharel/ Licenciatura Educação Física, pós-graduada em Educação Física Escolar.

 


 

 

O conteúdo do texto é exclusivo e de responsabilidade do autor.



Sobre Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *