Página Inicial / Noticias / Colaborador denuncia campanha em prédio público de Guarapari

Colaborador denuncia campanha em prédio público de Guarapari

Um colaborador, que pediu para não ser identificado, enviou na manhã de ontem, quinta-feira (4/10), uma imagem de uma servidora da Secretaria Municipal de Trabalho, Assistência e Cidadania (Setac), entrando em um veículo estacionado de forma irregular em uma vaga oficial. Segundo o colaborador, a servidora está usando uma camisa em apoio a um candidato durante horário de serviço. O colaborador reclamou que a servidora circulava pelo setor onde cestas básicas eram entregues a populares, o que pode induzir quem recebe o benefício a ter que votar no candidato em questão.

Nossa equipe foi ao local e confirmou que o veículo estava estacionado de forma irregular, por se tratar de uma vaga oficial. Também foi constatado que o veículo ficou parado na vaga oficial o dia inteiro com um adesivo de um candidato, o que também é proibido.

Quem utilizar repartições para propaganda eleitoral poderá ter pena de detenção de seis meses e multa no valor de dois a oito mil reais. Órgãos públicos federais, estaduais e municipais não podem utilizar repartição pública para campanha eleitoral. De acordo com a legislação eleitoral, a propaganda de qualquer natureza nos bens que pertencem ao poder público e nos bens de uso comum é proibida. O cidadão – servidor ou não – que opta em adotar qualquer instrumento de propagação de um candidato deve ficar atento aos limites fixados em lei. As autoridades responsáveis pelas repartições públicas onde ocorrerem as práticas ilegais poderão sofrer penalidades. Denúncias podem ser feitas no TRE-ES ou Ministério Publico Eleitoral.

Entramos em contato com a Prefeitura por e-mail e até o fechamento dessa matéria não obtivemos resposta sobre a denúncia.

image



Sobre Redação

3 Comentarios

  1. O inimigo trabalha ao lado

    É a esposa do vereador Oziel , ela manda e desmanda dentro daquela Secretaria . Nem a Secretária ( Shirley ) e a sub ( Cristina ) tem coragem de falar alguma coisa com a mulher do Oziel . Essas enfiam os rabinhos entre as pernas e ficam mudas .

    • Isto é coisa realmente de quem não tem o que postar, ainda mais se tratando de uma MULHER de Vereador que é analfabeta funcional, meu Deus!!!!Aí é mais fácil falar asneira sem ter o mínimo de conhecimento,pois pessoas do tipo dela acata ordem sem perceber, pois a ignorância por falta de conhecimento é tanta que conseguiu reprovar numa faculdade à distância por várias vezes. Ahhh, segundo as orientações do MDS para assumir um cargo de Coordenação seria necessário pelo menos um curso superior.O que ela precisa não é de receber ordens, e sim ter conhecimento de sua própria existência. Fica a dica!!!!!

  2. Ela recebe ordens das Secretarias sim, e sem saber, pois pessoa como ela analfabeta funcional não percebe que está sendo submissa sem perceber.rsrsrsrs!!!!!!!
    Conseguiu reprovar numa Facu à distância por 3 vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *